→ Use o gatilho do “inimigo comum”.

A sociologia explica que temos tendência a andar em tribos, ou seja: juntar-nos a pessoas que pensam de forma igual ou desenvolveram gostos, interesses e valores semelhantes aos nossos.



Sendo assim, é interessante aprendermos a trabalhar com a “dor comum”, com o “inimigo comum” e com outros grupos de afinidades, afim de explorar ainda mais este tipo de sintonia que pode nos conectar.


Ao identificar e explorar o inimigo comum, naturalmente você direciona a forma de conexão de seu cliente ou futuro parceiro à sua marca, produtos e ao projeto que desenvolve.


Por exemplo: muitos dirão que “não tem tempo ou dinheiro”. Logo, você poderá mostrar que a falta de tempo e falta de dinheiro eram circunstâncias que você costumava enfrentar no passado, e que conseguiu superar através de seu projeto, pois pôde identificar que a falta de recursos não era o problema de sua vida, mas sim o motivo pelo qual deveria tomar uma atitude diferente para alcançar o sucesso e sanar as fragilidades financeiras.

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo